Agora sim: Dubrovnick e a despedida da Croácia!

0
by on Maio 25, 2013 at 6:45 pm

Dubrovnick

Quem é carioca (e mora na Barra) me entenderá: sabe quando você passa bem cedo de carro pela Niemeyer e por um momento esquece o trânsito e o quanto está atrasado…, e fica “embasbacado” com a beleza daquela encosta no sol da manhã…, na praia do Sheraton (ou do Vidgal)??? Pois é…, tentem imaginar um lugar todo assim só que ao invés da favela…, lindas casas e hotéis na encosta…, um mar verde transparente na orla e azul turquesa no restante cercado por flores das mais coloridas em varandas, canteiros e janelas…!!! Mais bonita que Split e mais estruturada para turistas, Dubrovnick, cidade costeira bem ao sul é um bom destino para luas-de-mel mas também não deve nada no que oferece aos solteiros! Bares, pubs e noitadas no meio de restaurantes à luz de velas e à beira-mar e uma sorveteria maravilhosa em cada esquina…!

Dubrovnick – Old Town

Mas definitivamente não é só a costa que ganha o destaque desta vez pois a Old-City, uma linda cidade-fortaleza cercada pelo mar domina os cartões postais e os das nossas máquinas fotográficas. Andar sobre suas muralhas (o que demora pelo menos 1 hora para a volta completa) é de tirar o fôlego, ainda mais sabendo que o porto foi um dos mais importantes do mundo por bastante tempo!

E de novo…, se o que você mais procura é praia…, repense pois às vezes um bom hotel com uma vista, varanda e piscina para a costa ou então sentar em um restaurante na beirola do mar comendo salada de polvo com um vinho para acompanhar, valem mais do que ficar desapontado nas praias de rochas “corta-pé” e concretos onde uma cadeira além de custar caro é disputada à tapa…!

 

 

 

Restaurantes e hotéis nas encostas – beira mar

É até engraçado ver a galera chique literalmente tomando sol “na lage” e chegando na praia com colchonete e tudo! Boa dica é comprar aqueles sapatinhos de plástico maleáveis para andar pelas rochas e entrar no mar (se conseguir pois a água é gélida!). Mas por outro lado, para quê praia se você pode simplesmente descer pelas rochas da encosta até encontrar uma com uma uma escada para o mar (o que tem direto) e fazer deste pedaço de encosta sua “praia” particular! Exótica…, sem dúvida mas com cara de filme “Lagoa Azul” (já denunciando minha idade)!!! São pequenos paraísos particulares! Leve seu picnic e sua (ou suas) garrafas de vinho e PRONTO…, seu dia está feito! Só faltou mesmo o violão nessas horas!!!

 

As praias de “lage”

Uma das praias tem a audácia de se intitular “Copacabana Beach” e de se dizer “a mais bonita” mas passou longe e nada se parece com a nossa Copa! Além do colchonete e do sapato, outra boa dica para melhor aproveitar a costa é fazer um passeio de barco para as ilhas ou para Montenegro que parecem mais bonitos!

Guarde um dia de por do sol para subir no Cable Car e ver tudo, inclusive a Old City, do alto! E aproveite para jantar pela Old City que tem cada pico irado!

Praias particulares com escadas pro mar

 

 

Concluindo…, o melhor da cidade é dar uma volta por tudo primeiro para conhecer e escolher o seu melhor ponto para ficar! Cada um tem um gosto mas na nossa opnião pessoal escolhemos a praia do centro como a mais bonita pois te dá uma ampla visão do forte…, a Copacabana Beach como a mais relaxante e longe da multidão de turistas e a Lapad Beach como melhor pós praia com seus vários barzinhos e restaurantes irados na costa e com vista para o mar! Os dos hotéis são os mais legais e vale pelo menos um drink no “Cave Bar” (abaixo do restaurante Moore).

 

Copacabana Beach

Depois de 3 dias deixamos Dubrovnick de avião para Grécia…, dia que começou nosso inferno astral: vôo cancelado, troca de um vôo de 1h por outro de 8h, chegar na madruga de Athenas com o metrô fechado e…, SEM MALAS! Fora os 3 dias que ficamos sem as malas e resolvendo pepinos como: visto para China, novo passaporte brasileiro e por aí vai…!

Restaurantes na beirola de Lapad Beach

 

 

 

 

 

A praia da Old City

 

 

 

 

Mas quê importa??????? Afinal…, ESTAMOS NA GRÉCIA!!!!!! E com “problemas” bons demais para resolver para que sejam chamados de “problemas”!!! E com tudo resolvido aguardamos o Tony, pai do Bife (sogro!) e nosso primeiro visitante para começarmos a turistar em Athenas!

E que venham os Deuses!!!

Jantando em Old City

 

Os “sapatos” de praia!

in Croacia, Europa

Primeira parada: Split…, DIVIDINDO a Croácia com vocês!

0
by on Maio 14, 2013 at 7:38 pm

Split – Croácia

Ai…, ai…! Como estávamos precisando ver o mar! E junto com o sol, como nos fazem falta!!! O bom carioca saudoso que se preza murcha diante do céu cinza e de dias chuvosos! Impressionante como mudamos o nosso humor com a metereologia…! Não sabia o que era isso até viver 4 meses de um verdadeiro inverno! O pior de muitos anos segundo os europeus (azar nosso…). Mas assim pudemos dar valor ao nosso atual destino e AMÁ-LO apesar da Croácia não ser o “supra-sumo” dos destinos de praia (para nós brasileiros que estamos acostumados com praias de “P” maiúsculo)! Falo isso pois apesar da água ter uma cor azul esverdeada bem bonita, não existe areia por aqui e no seu lugar, rochas e pedras que machucam o pé costeiam o mar! As chamadas “rocky beaches”! Até para entrar na água tem que ir de chinelo!

 

Split – Riva (orla)

O grande segredo da Croácia (e só descobrimos depois) é sua costa…, realmente de tirar o fôlego e não uma praia em particular! Por isso a melhor dica que podemos dar é “alugue um carro”!!! Ir de Split para Dubrovinick ou vice-versa margeando a costa e parando pela estrada é talvez a melhor forma ou pelo menos a mais bonita de conhecer a Croácia! A não ser que você tenha a possibilidade de fazer um cruzeiro neste mesmo trajeto mas aí é individual! Eu particularmente, prefiro o carro que te dá liberdade para parar onde quiser, jantar em um restaurante local e conhecer cidadezinhas costeiras menores! Também dá para ir às ilhas de carro em um Car Ferry e economizar um bom tempo pois os ônibus para as melhores praias das ilhas passam de vez em nunca! É é muito longe para ir à pé (40min DE CARRO com GPS do porto à praia)!

 

 

No Ferry…, indo para Bol (praia na ilha de Brac)

Dormimos um dia (mais que de bom tamanho) em Zagreb, capital e seguimos para Split. Segunda cidade mais visitada da Croácia depois de Dubrovinick e com sua costa toda voltada para o belo mar Adriático, como qualquer praia ou cidade individual, não é linda de morrer mas é exoticamente BELA e mistura um pouco da Itália com um tico da Grécia e um relance de Angra dos Reis…, tudo isso de uma forma bem “roots”. Explicando melhor: é barata…, não tem frescuras e nem resorts e oferece pouca estrutura para o turista de fora de temporada! Ao mesmo tempo e fugindo um pouco do centro é possível se encantar e como nós, tirar umas “férias das férias”.

Rocky Beaches – Bol

 

 

 

Escolhemos um hotel na praia de Podstrana, longe do agito do centro (20 minutos de ônibus e bem em conta por sinal…) e de frente para o mar onde da janela do quarto víamos um pôr do sol privilegiado e praticamente tomávamos café da manhã nas rochas da praia! Luxo máximo junto com o restaurante do hotel: fruto do mar fresquinhos e os melhores pratos da viagem! Parabéns ao “chef” que invalidava todo dia nossa corrida matinal com suas calorias muito bem vindas e de lamber os beiços! Não tivemos vontade de sair nos dois primeiros dias e ficamos aproveitando nossa nova e silenciosa “casa com quintal e piscina privê”…, já que também éramos os únicos hóspedes! Perdemos só um dia da nossa alegria quando no sábado teve um casamento no hotel e só conseguimos dormir depois das 4 da manhã pois o som foi nas alturas! E nem era bom…, música Croata…, devia ser o Michel Teló daqui…!

 

 

Lindomar e Anahi, casal de brasileiros que conhecemos!

Ainda em Split, partimos para as ilhas consideradas mais bonitas da Croácia (Bol, Hvar e Vis) que ficam há mais ou menos 50 minutos de ferry + 50 minutos de ônibus do porto! Ficaria muito corrido fazer todas no mesmo dia já que nenhuma agência oferecia um pacote assim e acabamos escolhendo Bol para ir primeiro! Já no ferry demos a sorte de conhecer um casal de brasileiros expatriados SUPER bacana que de cara nos ofereceu carona para a praia de Bol pois eles estavam de carro! O papo foi tão bom e a afinidade tão grande que acabamos passando um ótimo dia juntos na ilha que é SIM bem bonita mas menos bonita de perto do que na foto que vimos!

 

 

Voltamos no fim de tarde, rodamos pelo centro que tem uma orla cheia de bares, lojas e restaurantes e um castelo antigo (ou pelo menos suas labirínticas paredes). No “castelo” tem várias ruelas que levam a várias praças escondidas com maravilhosas opções de pubs e bares!

Na praia de Bol – Split

 

E para compensar o casamento da noite anterior, nosso último jantar no hotel foi de graça! Cortesia da gerente! Só não esperávamos que nos serviriam entrada, prato e sobremesa com um cordeiro meeeega gordura pura como prato principal!!! Resultado: não dormimos de novo de indigestão…! Não que estivesse ruim mas muuuuito pesado para depois das 21h…! E no check-out ainda ganhamos uma garrafa de vinho!

 

 

 

Nosso hotel em Split (Podstrana)

Depois de já ter visto a ilha que parece ser o cartão postal da Croácia (Bol) ficamos de “cabeça feita” e desistimos de Hvar e Vis comprando o ônibus para Sarajevo onde ficaremos duas noites para depois voltar ao sul da Croácia em Dubrovnick antes de seguirmos para Grécia! Dizem que é mais bonita que Split!!! Veremos…!

 

Restaurante do Hotel – luz de velas e beira mar!

 

 

 

Isso sim podemos chamar de lua de mel!!!

 

in Croacia, Europa

Tradução


Continentes

  • América Central-Caribe (1)
  • SlideShow (5)

Contato

Entre em contato conosco !

Respeitamos sua privacidade.